segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Bom augúrio?


Domingo de Carnaval. Um convite de última hora leva-me até Sta. Cruz, onde nunca tinha estado antes. Foi aí que encontrei o Rui, que tinha deixado Odivelas para trás e desfrutava de uns dias solarengos junto ao mar. Tinha entre mãos o primeiro volume dos "Cadernos de Lanzarote", os diários que José Saramago começou a redigir depois de se ter retirado de Portugal em 1994. E agora que escrevo sobre este encontro, dou-me conta que o Rui foi a primeira pessoa que fotografei a ler um autor português. Foram precisos dois meses e 26 posts e isto dá-me que pensar... Mas, se o primeiro foi Saramago, o nosso único Nobel da Literatura, talvez este seja um bom augúrio.

4 comentários:

Lídia disse...

Começou bem de mais! Saramago e "Cadernos de Lanzarote" não tem igual. Adorei!

Mi Müller disse...

Ah com certeza é um bom começo, Saramago é genial, um dos meus escritores prediletos, estava ansiosa pela primeira aparição dele aqui no Acordo Fotográfico ;)
até mais,

Gina G disse...

Muito bom, este blogue. Parabéns pela ideia, simples e original.

Anónimo disse...

Não diria que gostei de tudo que José Saramago escreveu, mas sou apaixonado pelos autores portugueses, pelo menos nisso, deixemo-nos de modéstias, temos muitos e bons escritores.
Espero que este blog tenha muito sucesso e que isso se traduza em muita leitura.
Rui Alves