quarta-feira, 17 de outubro de 2012

João & Saul Bellow


Num destes fins de semana, andava a passear no jardim do Passeio Alegre, na Foz, quando o João passou por mim num passo estugado e eu, que reconheço capas da Quetzal a milhas, percebi que levava na mão um livro do Saul Bellow. Lamentei não me ter cruzado com ele noutra ocasião, num momento em que estivesse a ler, mas resignei-me enquanto o via distanciar-se. Continuei o meu passeio em direção ao mar e foi uns metros mais à frente, na esplanada do mítico Bonaparte, que voltei a encontrá-lo, já sentado e a ler na companhia de uma Guinness. Foi perfeito!

O João, que é produtor musical e cofundador da Wasser Bassin Records, é também um comprador impulsivo de livros. Lê muito e compra de tudo: ensaios, romances, livros de viagens, entre outros. Porque me senti identificada com esta forma de ser leitor, mostrei-lhe o que eu própria andava a ler por aqueles dias — "Se Isto é um Homem", de Primo Levi — e foi ele que fez notar que ambos estávamos a ler autores judeus. 

O seu primeiro contacto com a obra se Saul Bellow aconteceu através do conto "Him With is Foot in His Mouth". Por ter gostado do que leu, procurou mais informação sobre a obra do autor e foi então que o livro "Morrem Mais de Mágoa" lhe chamou a atenção. Interessado pelo tema do romance, que aborda sobretudo a natureza das relações humanas, acabou por comprá-lo. E era por esse livro que o João se apressava quando passou por mim naquela tarde. Como me disse no início da nossa conversa, procurava um lugar onde pudesse lê-lo tranquilamente. 

3 comentários:

tonsdeazul disse...

"Se Isto é um Homem" é um dos livros mais reais, em termos descritivos, que li sobre o Holocausto.
De Saul Bellow só li "Herzog", que gostei bastante.

Notas Soltas e Coisas Doces disse...

Olá! :-)

Parabéns pelo blogue. É fantástico. De vez em quando passo por aqui porque me interessante perceber que afinal os livros são uma boa companhia.

Também tenho na minha lista "para ler" o livro "Se Isto é um Homem", bem como o "Papillon", mas ainda não arranjei coragem para mergulhar num livro com aquela temática.

Votos de boas fotos e leituras.

A. F. disse...

Olá Paula! Bem vinda ao Acordo Fotográfico e muito obrigada pelos elogios e palavras de incentivo. :)