terça-feira, 5 de novembro de 2013

Ricardo, o leitor metódico


O Ricardo acredita que o mercado bolsista pode apresentar rentabilidades superiores a outras formas de poupança por isso, quando o fotografei, estava apostado em aprofundar os seus conhecimento sobre o tema. Com esse propósito, tinha começado a ler "A Bolsa Para Iniciados" cujo autor, Fernando Braga de Matos, é um dos mais respeitados em Portugal no que diz respeito a assuntos da bolsa. Mas para o Ricardo, que mais do que leitor habitual diz ser leitor permanente, o mundo da leitura não se limita ao tema das finanças. Sublinha o seu particular gosto por livros de História e aponta três clássicos da literatura greco-romana — "Ilíada", "Odisseia" e "Eneida" — como um conjunto de obras que elevou o seu gosto pela leitura a outro nível. Já no tocante aos romances diz não ter uma preferência vincada. Na altura em que conversámos, por exemplo, estava a ler a coleção Mil Folhas, do "Público", por ordem numérica, um critério que lhe permite resistir a qualquer preconceito que possa afastá-lo de um romance surpreendente. Este ecletismo não o impediu, ainda assim, de nomear José Saramago como um autor de que gosta muito. 


***

Ricardo believes that the stock market can provide more profit than other forms of savings so, when I took his picture, he was willing to enrich his knowledge about the matter. With that in mind, he had started reading "A Bolsa Para Iniciados" whose author, Fernando Braga de Matos, is one of the most respected in Portugal in the stock market area. But to Ricardo, who more than a usual reader says to be a permanent reader, the reading world is not limited to Finances. He stresses his particular taste for History books and points out three classics of the Greco-Roman Literature — "The Iliad", "The Odyssey” and "The Aeneid" – like a piece of works that raised his taste for reading to another level. However, he says he doesn’t have an established preference in what is related to novels. At the time we talked, for instance, he was reading the Mil Folhas Collection (a set of 60 classics edited by “Público” newspaper) by its numerical order, a criteria that allows him to resist at any prejudice that may keep him away from a surprising novel. Still, this eclecticism didn’t stop him from choosing José Saramago like an author he appreciates in particular.
Translated by Marisa Silva

2 comentários:

Jan Puerta disse...

Excelente proyecto.
Un abrazo

A. F. disse...

Muito obrigada, Juan! Bem vindo ao Acordo Fotográfico. :)